Identificação Patrimonial: Importância e Tipos de Placas | AFIXCODE

Identificação Patrimonial: Importância e Tipos de Placas

Identificação Patrimonial: Importância e Tipos de Placas

Identificação Patrimonial: Importância e Tipos de Placas
 

A identificação patrimonial é um processo necessário para qualquer negócio, pois é através dele que você sabe quais equipamentos possui, sendo essencial para ser capaz de rastreá-los. Em caso de seus ativos estiverem emplaquetados incorretamente, você corre o risco de enfrentar problemas, como atrasar-se com a manutenção preventiva e colocar seus ativos em risco.

Utilizar as melhores práticas de identificação de ativos é a base de um rastreamento eficiente para o seu negócio. Por isso, vamos te explicar a importância dessa estratégia e os tipos de placas que existem. Confira!

 
 

O que significa identificação patrimonial?

São placas e etiquetas usadas ​​para identificar, rastrear e proteger ativos, especialmente itens de alto valor. Dessa forma, ativos são itens que pertencem a um indivíduo, negócio ou organização e podem ser convertidos em dinheiro.

A identificação patrimonial pode ser usada para manter um inventário de ativos e para melhorar a segurança deles. Assim, uma etiqueta patrimonial geralmente contém as seguintes informações básicas: empresa ou organização que possui o item e um código de barras que é codificado com informações de identificação, como marca do ativo, modelo, etc.

Por isso, essa estratégia é útil para implantar equipamentos que pertencem a uma empresa e são regularmente armazenados ou usados ​​fora do local. Com isso, ele pode ser usado ​​para fazer check-in e check-out de itens ou para controlar onde um item está e a quem ele foi atribuído.

Portanto, a identificação pode ser usada como etiqueta de segurança. Se um item for perdido ou roubado, as informações podem ser usadas para identificar o verdadeiro proprietário.

Além disso, a presença de uma etiqueta de ativo pode servir como um impedimento visual, indicando que um item foi registrado em um estoque específico e sua localização pode ser verificada com frequência.

 
 

O que são placas para identificar bens patrimoniais? Quais são os tipos existentes?

As placas de identificação patrimonial vêm em uma ampla variedade de tipos para atender a todos os requisitos de aplicação. A escolha da melhor propriedade de tag para sua situação exigirá que você compare alguns recursos-chave com seus requisitos atuais.

Cada tipo de etiqueta tem características únicas e são frequentemente usadas para situações ligeiramente diferentes.

Materiais

Alguns dos materiais mais populares para etiquetas de identificação de propriedade são vinil, poliéster, alumínio revestido de Teflon, alumínio anodizado e aço inoxidável.

As de plástico como vinil e poliéster são mais frequentemente usados ​​para rótulos de ativos internos e para etiquetas de identificação de propriedade destrutíveis que mostrarão evidências claras de qualquer adulteração.

As de metal são uma escolha excelente para aplicações que requerem uma etiqueta de identificação de propriedade mais durável devido ao potencial de exposição a condições ambientais adversas.

Design

Depois de escolher o material adequado, os clientes podem selecionar elementos de design que incluem simbologias de código de barras , números de série, logotipos de empresas e informações de identificação adicionais.

Antes de escolher um design para as etiquetas de código de barras, considere a compatibilidade com a tecnologia de hardware e software que é usada para digitalização para garantir a compatibilidade geral do sistema.

Uma placa de identificação de propriedade que seja fácil de ler e comunique uma propriedade clara costuma ser a melhor escolha.

Colocação e uso

A maioria das etiquetas de identificação são projetadas para fixação permanente com um adesivo sensível à pressão de alto desempenho ou usando métodos de fixação mecânica.

Uma vez que essas etiquetas são usadas ​​para identificar e rastrear ativos, é importante que eles permaneçam no lugar sem serem desalojados, perdidos, desbotados ou danificados, o que pode prejudicar a legibilidade.

O uso de uma placa de identificação deve dar a você a confiança de que o equipamento que você marcou pode ser rastreado ao longo da vida útil de seus ativos.

Etiquetas com tecnologia RFID

As etiquetas RFID são um tipo de sistema de rastreamento que usa códigos de barras inteligentes para identificar itens. RFID é a abreviatura de “identificação por radiofrequência” e, como tal, estas etiquetas utilizam tecnologia de radiofrequência.

Essas ondas de rádio emitem informações da etiqueta para um leitor, que então envia os dados a um software RFID.

As etiquetas RFID são frequentemente usadas para mercadorias, mas também podem ser usadas para rastrear veículos e até animais de estimação.

Etiquetas com QR Code

Um código QR (Código de Resposta Rápida) é um código de barras de matriz bidimensional criado para a indústria automotiva no Japão em 1994, consistindo em um padrão de quadrados pretos em um formato vertical e horizontal capaz de conter dados em grande escala.

Esses dados podem ser usados ​​para uma ampla gama de aplicações, incluindo identificação de ativos, rastreamento de produção, controle de qualidade, gerenciamento de documentos e marketing.

 
 

3 motivos para fazer a identificação patrimonial da sua empresa

O rastreamento de ativos é essencial para manter qualquer organização funcionando sem problemas. Para mostrar como e por que esse é o caso, temos esta lista de cinco razões pelas quais o rastreamento de ativos é tão importante para sua organização.

1. Aumente a eficiência

A eficiência pode ser uma vantagem competitiva para sua organização. Softwares de rastreamento de ativos, como o Afixbase e Afixinv, economizam tempo e tornam muitos processos mais simplificados e rápidos.

Quando você pode rastrear seus ativos digitalizando um código de barras ou inserindo um número único, você obtém resultados muito mais precisos do que se tentasse fazer tudo isso em um bom programa.

2. Desfrute de economia de custos

Reduza ocorrências de itens perdidos, recursos usados ​​de maneira ineficiente e outros problemas que levam a custos mais altos. É sempre uma boa ideia procurar em sua organização os custos que podem ser reduzidos sem sacrificar a qualidade de seus serviços.

O software de rastreamento de ativos ajuda você a fazer isso, ajudando-o a se certificar de que seus ativos estão sendo usados ​​da maneira mais eficaz.

3. Manter a responsabilidade

Através dos registros de sistemas de gestão de ativos, é possível responsabilizar as pessoas certas caso ocorra algum problema com o ativo. Com o sistema Afixbase, por exemplo, após fazer a identificação patrimonial dos bens, é possível ainda emitir um termo de responsabilidade e solicitar que o colaborador responsável pelo ativo assine tal documento, registrando assim que caso ocorra algum problema com o ativo, tal pessoa será responsável.

 
 

Analise a melhor solução para identificação patrimonial dos ativos da sua empresa

Por fim, agora você já tem uma boa noção de como trabalhar de forma eficaz em sua empresa com a identificação patrimonial. Por isso, só basta você aproveitar as dicas para alcançar o sucesso em seu negócio.

Quer fazer a identificação patrimonial na sua empresa? Converse com nossos especialistas e confira qual a melhor solução para você neste momento.

 

Torne-se um Leitor VIP

Cadastre-se gratuitamente para receber nossos artigos, dicas e conteúdos exclusivos com prioridade.

 
Compartilhe esse conteúdo:
 
AFIXCODE
AFIXCODE
Empresa de Avaliação Patrimonial e desenvolvedora de serviços e soluções para o Controle do Patrimônio, a AFIXCODE Patrimônio e Avaliações é a única empresa do segmento que possui o Certificado de Qualidade ISO 9001:2008 desde 2007, com destaque e reconhecimento no mercado há mais de 10 anos, composta por profissionais com mais de 25 anos de experiência na área de Consultoria Patrimonial, Gestão do Patrimônio e Tecnologia da Informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar
Compartilhar
Twittar