Contabilidade a Valor Justo: Conceito, Mensuração e Riscos de Adoção

Contabilidade a Valor Justo: Conceito, Mensuração e Riscos de Adoção

Contabilidade a Valor Justo: Conceito, Mensuração e Riscos de Adoção

Contabilidade Valor Justo Conceito - Indice
 

O que é permitido fazer atualmente após a revogação da Reavaliação de Ativos no Brasil?

A determinação do valor justo dos ativos é um desafio para a devida adequação ao IFRS, considerando que trata-se de novo conceito no Brasil. Neste artigo vamos apresentar esse novo conceito e discutir os principais desafios encontrados para sua correta mensuração e utilização na prática.

Conceito de Valor Justo

Mensuração Contabilidade Valor Justo - Conceito

O valor justo é a quantia pela qual um ativo pode ser trocado, ou um passivo liquidado, por duas partes dispostas a isso e independentes entre si. O objetivo está em garantir que a determinação do valor justo ocorra em condições usuais de mercado, ou seja, que fatores que pressionem para a liquidação da transação não interfiram na definição do valor final.

Como o valor justo substituiu o custo histórico, a análise para a determinação desta substituição é avaliar a necessidade e utilidade desta informação para os usuários da contabilidade, além da sua viabilidade e os custos de obtenção destas informações.

 
 

Mensuração

Para a definição do valor justo utiliza-se dados objetivos, como cotações de bens similares ou subjetivos, como estimativas internas conforme dados históricos. O método utilizado deve estar explanado nas notas explicativas.

Conforme CPC 27, o custo de item do ativo imobilizado é mensurado pelo valor justo a não ser que a operação de permuta não tenha natureza comercial ou o valor justo do ativo recebido e do ativo cedido não possam ser mensurados com segurança. Isto significa que o valor justo deve ser utilizado apenas nos casos em que a empresa possa assegurar que para a sua determinação foram utilizadas bases confiáveis.

Riscos de se utilizar o Valor Justo

Os riscos quanto à utilização do valor justo referem-se ao grau de subjetividade dos seus critérios para a realização do cálculo que podem se utilizar de hipóteses, comprometendo a qualidade das informações.

Além disso, é preciso considerar que o valor justo é um preço estimado e determinado em um momento específico, podendo ser modificado em um curto período de tempo, como por exemplo decorrente de avanço tecnológico.

 

Torne-se um Leitor VIP

Cadastre-se gratuitamente para receber nossos artigos, dicas e conteúdos exclusivos com prioridade.

 

Portando, o maior desafio em se utilizar este método é encontrar profissionais aptos a realizar corretamente o julgamento e definição do valor justo dos ativos e que utilizem premissas confiáveis para a base do seu cálculo.

O valor justo normalmente é determinado a partir de evidências baseadas no mercado, através de avaliações feitas por profissionais qualificados. Caso o ativo não seja um item comercializado normalmente e portanto não possuir comparativo de mercado, as empresas podem estimar o valor justo usando uma abordagem de receitas ou de custo de reposição depreciado.

 
 
Compartilhe esse conteúdo:
 
Bernardete Tambosi
Bernardete Tambosi
Bernardete Cecilia Tambosi é formada em Ciências Contábeis pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós-graduada em Controladoria na Trevisan – Escola de Negócios. Trabalhou na área de seguros - regulação de sinistros Ramos Elementares, de 2002 a 2004. Atua na área de Ativo Imobilizado desde 2005 na Afixcode Patrimônio e Avaliações, nas áreas de planejamento dos trabalhos, contábil e conciliação.

4 Comentários

  1. AGDA MATOS DE OLIVEIRA disse:

    Vai alguns questionamentos referente as novas normas contábeis :
    1) O laudo de avaliação dos ativos tem que ser feito todo ano e por empresas especializadas?
    2) Quando é feito o laudo e o valor é superior ao residual contábil, algumas auditorias pedem para cancelar a depreciação naquele período, isso é correto ou temos que efetuar lançamentos para ajustar o valor presente do ativo?

    • Afixcode Afixcode disse:

      Prezada Agda,

      Obrigada pelo contato e interesse no artigo.

      O laudo de avaliação para a determinação do Valor Justo poderá ser emitido somente uma vez, na adoção inicial.

      A depreciação deve ocorrer normalmente no período independente do resultado do laudo de avaliação e os valores dos bens devem ser ajustados de acordo com o laudo.

      Atenciosamente,
      Bernardete Tambosi

  2. danielle disse:

    Por que na prática a teoria relacionada à mensuração a valor justo não é aplicada?

    • Afixcode Afixcode disse:

      Danielle,

      Na prática a teoria relacionada a mensuração é aplicada. Caso haja empresas que não aplicam é necessário identificar os motivos para esta prática.

      Atenciosamente,
      Bernardete Tambosi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar
Compartilhar
Twittar