Utilidades para um Portal RFID e como usar esta tecnologia | AFIXCODE

5 utilidades para um Portal RFID e como utilizar a tecnologia

5 utilidades para um Portal RFID e como utilizar a tecnologia

utilidades para um Portal RFID e como utilizar a tecnologia
 

O Portal RFID é projetado para entradas, portões, portas e corredores onde um leitor RFID é necessário. Ele pode, na verdade, escanear as tags RFID conforme elas entram e saem. Isso é especialmente importante em áreas onde os itens marcados estão transitando de uma área e precisam ser catalogados rapidamente.

Por isso, preparamos um conteúdo especial sobre esse método que ganha mais destaque no mercado em geral. Continue lendo este artigo e entenda melhor.
 
 

O que é a Tecnologia RFID?

RFID é um acrônimo para "identificação por radiofrequência" e refere-se a uma tecnologia pela qual os dados digitais codificados em etiquetas RFID ou etiquetas inteligentes (definidas abaixo) são capturados por um leitor por meio de ondas de rádio.

Ela é semelhante ao código de barras, pois os dados de uma etiqueta são capturados por um dispositivo que armazena as informações em um banco de dados. RFID, no entanto, tem várias vantagens sobre os sistemas que usam software de rastreamento de ativos de código de barras.

O mais notável é que os dados da etiqueta RFID podem ser lidos fora da linha de visão, enquanto os códigos de barras devem ser alinhados com um scanner óptico. Assim, se você está pensando em implementar uma solução RFID, dê o próximo passo e procure por serviços especializados que oferecem maior segurança e suporte.

 
 

Como funciona o RFID?

RFID pertence a um grupo de tecnologias conhecido como Identificação Automática e Captura de Dados (AIDC). Os métodos AIDC identificam objetos automaticamente, coletam dados sobre eles e inserem esses dados diretamente nos sistemas de computador com pouca ou nenhuma intervenção humana.

Esses métodos utilizam ondas de rádio para fazer isso. Em um nível simples, os sistemas RFID consistem em três componentes: uma etiqueta RFID ou etiqueta inteligente, um leitor RFID e uma antena.

Dessa forma, o portal RFID é um circuito integrado e uma antena, que são usados ​​para transmitir dados ao leitor RFID. O leitor então converte as ondas de rádio em uma forma de dados mais utilizável.

Por isso, as informações coletadas das tags são então transferidas por meio de uma interface de comunicação para um sistema de computador host, onde os dados podem ser armazenados em um banco de dados e analisados ​​posteriormente.

 

Etiquetas RFID

 

O que é um portal RFID?

O portal RFID possui um design sofisticado e moderno aliado a uma tecnologia que permite ajudar as indústrias a otimizar e automatizar processos, possibilitando a visibilidade dos seus processos em tempo real e sem a chance de erros humanos.

Ele pode ser utilizado na indústria, escritórios e varejo para controle de entradas e saídas evidenciando instantaneamente possíveis evasões de produtos ou equipamentos.

 
 

Onde aplicar um portal RFID?

 
 

Cada empresa possui ativos que utiliza para agilizar suas operações. Sejam laptops para simplificar as operações de TI ou máquinas para conduzir a manufatura, é importante que a empresa entenda onde esses ativos estão e o status operacional dos itens.

A tecnologia RFID simplifica a prestação de contas, facilitando a coleta de dados relativos aos ativos. Esta tecnologia está sendo usada hoje para rastrear e gerenciar ativos para casos de uso como gerenciamento de ativos fixos, rastreamento de ativos de TI, rastreamento de ferramentas, entre outros.

Explore abaixo as principais utilidades!

 
 

1. Contagem em massa

A tecnologia RFID coleta dados “em massa”. Especificamente, o RFID permite que os usuários digitalizem vários itens marcados com etiquetas e rótulos RFID usando um leitor RFID ou portátil. Esse benefício ajuda a reduzir as tarefas manuais tradicionais.

2. Serialização

Um benefício oculto da adoção de RFID é que cada etiqueta RFID é projetada para ser única por natureza. Isso permite que a coleta de dados seja identificada de maneira única para que os usuários possam relatar historicamente cada ativo.

3. Visibilidade e utilização aprimorada

Tome melhores decisões de negócios à medida que obtém visibilidade de quais ativos estão localizados em quais áreas de seus negócios. Mais importante, entenda se os ativos estão faltando antes de serem extremamente necessários. Por isso, reduza os ativos não utilizados alocando os ativos de forma adequada.

4. Inventário mais fácil

O serviço de Inventário de Patrimônio com Etiquetas RFID engloba todas as etapas do Inventário Patrimonial, mas com a facilidade da utilização da tecnologia das etiquetas inteligentes de RFID.

As soluções vão desde as etiquetas ou tags RFID que podem ser personalizadas e encapsuladas conforme o tipo de aplicação, o software de inventário físico compatível para leitura das tags e também o software de patrimônio, para dar continuidade a gestão do imobilizado.

 
 

5. Tags RFID e rótulos inteligentes

Conforme declarado acima, uma etiqueta RFID consiste em um circuito integrado e uma antena. A etiqueta também é composta por um material protetor que mantém as peças unidas e as protege de várias condições ambientais. O material de proteção depende da aplicação.

Por exemplo, crachás de identificação de funcionários contendo etiquetas RFID são normalmente feitos de plástico durável e a etiqueta é embutida entre as camadas de plástico. As etiquetas RFID vêm em uma variedade de formas e tamanhos e são passivas ou ativas.

As tags passivas são as mais utilizadas, pois são menores e menos caras de implementar. As etiquetas passivas devem ser “energizadas” pelo leitor RFID antes que possam transmitir dados.

Ao contrário das etiquetas passivas, as etiquetas RFID ativas têm uma fonte de alimentação integrada (bateria), permitindo assim que transmitam dados o tempo todo. Para uma discussão mais detalhada, Tags RFID passivas versus Tags RFID ativas.

As etiquetas inteligentes diferem das etiquetas RFID porque incorporam tecnologias RFID e de código de barras. Elas são feitas de uma etiqueta adesiva embutida com uma etiqueta RFID embutida e também podem apresentar um código de barras e/ou outras informações impressas.

As etiquetas inteligentes podem ser codificadas e impressas sob demanda usando impressoras de etiquetas de mesa, enquanto a programação de etiquetas RFID consome mais tempo e requer equipamentos mais avançados.

Desse modo, essa tecnologia pode ser empregada em muitas indústrias para realizar tarefas como:

  • Gerenciamento de estoque;
  • Rastreamento de ativos e Rastreamento de pessoal;
  • Controle de acesso a áreas restritas;
  • Crachá de identificação;
  • Gerenciamento da cadeia de suprimentos;
  • Prevenção de falsificação (por exemplo, na indústria farmacêutica);
  • Possibilidade de automatização do recebimento e expedição;
  • Melhorando a produtividade dos processos fabris, eliminando a possibilidade de erros humanos;
  • Diminuição significativa no tempo dos processos de expedição e recebimento.

Embora a tecnologia RFID esteja em uso desde a Segunda Guerra Mundial, a demanda por equipamentos RFID está aumentando rapidamente, em parte devido aos mandatos emitidos pelos departamentos de seguranças, escritórios, redes de supermercados exigindo que seus fornecedores permitam que os produtos sejam rastreados.

Independentemente de a conformidade com RFID ser necessária ou não, os aplicativos que atualmente usam a tecnologia de código de barras são bons candidatos para a atualização para um sistema que usa RFID ou alguma combinação dos dois.

Esse portal oferece muitas vantagens, particularmente o fato de que uma etiqueta RFID pode conter muito mais dados sobre um item do que um código de barras. Além disso, as etiquetas RFID não são suscetíveis aos danos que podem ser causados ​​por etiquetas de código de barras, como rasgar e manchar.

 
 
 
 

O Portal RFID pode ser usado para a gestão do ativo imobilizado?

Com o uso de antenas e portais você pode conseguir soluções intermediárias para gerar triggers (gatilhos) quando esses bens forem movimentados (passando pelos portais), entretanto, devido ao alto custo dos portais, não são muito utilizados para o imobilizado.

A solução do RFID, portanto, pode facilitar o processo de revisão física do ativo imobilizado respeitando a premissa que o processo de imobilização funcione bem. Nos casos reais que temos, essas soluções foram implantadas com smartphones + leitores RFID bluetooth.

 
 


Conheça mais sobre a tecnologia RFID

Agora que você já sabe o que é um portal RFID fica mais fácil para pensar na implementação do serviço em sua empresa e fazer com que sua gestão obtenha mais sucesso e resultados positivos.

Quer saber mais sobre esta tecnologia e como aplicá-la na prática na gestão do seu ativo imobilizado? Então converse com um de nossos especialistas para esclarecimentos: nossos principais canais de atendimento são nossos canais principais de atendimento são [email protected], 11 2888-4747 e Whatsapp 11 99252-1782.

Também recomendamos os seguintes conteúdos:
👉 Ebook guia completo do RFID para gestão do ativo imobilizado
👉 Webinar: Tecnologia RFID para gestão do ativo imobilizado
👉 4 fatores essenciais para ter sucesso no uso do RFID no controle patrimonial
 
 

 
Compartilhe esse conteúdo:
 
AFIXCODE
AFIXCODE
Empresa de Avaliação Patrimonial e desenvolvedora de serviços e soluções para o Controle do Patrimônio, a AFIXCODE Patrimônio e Avaliações é a única empresa do segmento que possui o Certificado de Qualidade ISO 9001:2008 desde 2007, com destaque e reconhecimento no mercado há mais de 10 anos, composta por profissionais com mais de 25 anos de experiência na área de Consultoria Patrimonial, Gestão do Patrimônio e Tecnologia da Informação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar
Compartilhar
Twittar