Vale a pena empresas de médio porte investirem na Gestão de Ativos?

Por que vale a pena empresas de médio porte investirem na Gestão de Ativos?

Por que vale a pena empresas de médio porte investirem na Gestão de Ativos?

Gestão de Ativos - Controlando
 

Devido ao avanço econômico e tecnológico vivenciado pelo mercado nos últimos anos e o aumento do número de empresas de médio porte que estão surgindo a cada dia, apareceu com elas a necessidade da gestão de ativos para diversos motivos, como: atender as legislações contábeis, reduzir custos, evitar desperdícios, tornar seus processos cada vez mais organizados e ainda contribuir para uma maior segurança em suas informações para alcançar um diferencial competitivo.

Assim, atualmente a gestão de ativos não é mais apenas uma obrigação que apenas grandes empresas precisam cumprir, mas sim uma necessidade também para empresas de médio porte, que são aquelas com faturamento maior que R$ 16 milhões e menor ou igual a R$ 90 milhões por ano e que possuem de 50 a 99 empregados, de 100 a 499 empregados.

Porém, sabemos que definir as prioridades do que fazer em empresas de médio porte acaba sendo um grande desafio dos diretores e gestores, não é mesmo?

Por isso, neste artigo, listamos alguns dos benefícios que a gestão de ativo pode trazer para as empresas de médio porte. Continue lendo e confira!

 
 

8 benefícios da gestão de ativos para empresas de médio porte

1. Permite certificar a responsabilidade dos ativos

 
 

O funcionário deve garantir a guarda e conservação dos ativos que se encontram em sua responsabilidade, ou seja, aqueles bens que ele utiliza para exercer nas suas funções diárias, respondendo para o setor onde bem estiver localizado. É possível fazer esse controle através de um termo de responsabilidade onde um sistema ou software consegue gerar.

 
 

2. Garante a rastreabilidade dos ativos

Através da colocação de plaquetas é possível gerenciar o rastreamento dos ativos e com o uso de leitores fazer um monitoramento, assim se descobre para onde um ativo foi transferido, se está em manutenção ou se foi desviado.

 
 

3. Facilita a identificação de furtos ou desvios

Um bom controle dos ativos pode reduzir os números de desvios e furtos dos bens de uma empresa, pois com ela é possível acompanhar tudo de perto, assim aumenta a rigidez e monitoramento do ativo, fazendo com que se reduzam as perdas e elevem as receitas.

 
 

4. Auxilia a contabilidade nos cálculos tributários

 
 

As empresas que utilizam a gestão de ativos cumprem as exigências fiscais, pois determinam de forma correta as reais taxas de depreciação e cálculo de impostos nos seus ativos, facilitando os questionamentos das auditorias internas e externas, além de facilitar as atividades para ela mesma.

 
 

5. Evita investimentos desnecessários

Manter a gestão de ativos atualizada faz com que a empresa não tenha desperdícios desnecessários e otimiza seu processo para compra de novos ativos, evitando descartes e gastos em algo que comprou e não irá utilizar, assim investe no que realmente é necessário e começa a crescer espontaneamente.

Uma empresa de médio porte que valoriza e faz investimento na gestão de ativos tem a probabilidade de se adaptar com as normas internacionais.

 
 

6. Auxilia na tomada de decisões

Devido às empresas de médio porte centralizarem seu poder de decisão a um único administrador, a gestão de ativos proporciona uma visão real da situação da empresa e as decisões estratégicas acabam sendo executadas de forma mais rápida e seus processos se tornam mais dinâmico. Desta forma, conquista os melhores resultados possibilitando que a empresa continue crescendo cada vez mais.

 
 

7. Possibilita aliança entre empresas

 
 

As alianças estratégicas servem para melhorar e expandir os negócios, fazendo união com duas ou mais empresas, para aumentar a competitividade seja criando serviços ou produtos, explorando novos mercados e enfrentando uma concorrência mais acirrada.

As empresas que tem informações sobre seus ativos desenvolvem as melhores práticas alavancam suas possibilidades para futuras aquisições, fusões, cisões e etc. Afinal, outros empresários examinam através da gestão de ativos o preço de aquisição ajustado, os valores reais do ativo imobilizado e o inventário atualizado até o fechamento do contrato para assim analisam se valerá a pena o investimento.

Existem três tipos de alianças estratégicas:

  • A primeira é a sem participação acionária onde as empresas criam laços apenas para cooperação com a outra para garantir mudanças e melhorias em seus produtos, serviços e processos;
  • A segunda é a com participação acionária que é quando uma empresa começa a ser acionista da outra influenciando em suas decisões;
  • Por fim, existem as joint ventures, que é quando se estabelece a criação de uma terceira empresa sendo acionistas as outras duas empresas envolvidas que ficam responsáveis pelas decisões da empresa criada;
 
 

8. Controle de qualidade

Alguns empresários têm indecisão sobre investirem na gestão de ativos por medo de perderem o controle estratégicos em outros pontos da organização como nos seus produtos e serviços, porém não é assim que funciona, pois através da qualidade é possível acompanhar por métricas e índices os dados concretos da gestão permitindo um entendimento maior sobre seus ativos.

 
 

Torne sua Empresa mais Rentável com a Gestão de Ativos

Uma gestão de ativos eficiente garantirá que um ativo opere por um maior tempo possível, tornando a empresa mais rentável.

Esta atividade de gerenciamento deve ser feita com grande responsabilidade, pois ela não envolve somente controle, mas também garante a sobrevivência da organização e possibilita crescimento maior de uma empresa principalmente para as de médio porte.

Alavanque o crescimento da sua empresa com a solução da Afixcode para gerenciamento de ativos: conheça o Afixbase, sistema para controle de ativos.

 

Torne-se um Leitor VIP

Cadastre-se gratuitamente para receber nossos artigos, dicas e conteúdos exclusivos com prioridade.

 

Compartilhe esse conteúdo:
 
Thamires Alves
Thamires Alves
Thamires de Sousa Alves é formada em Ciências Contábeis pela Universidade Nove de Julho e atualmente atua no Departamento Contábil da AfixCode. Possui mais de quatro anos de experiência nos setores administrativo, financeiro e contábil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar
Compartilhar
Twittar